webdesigner: Erica Vighi

Fotografia da arte: Ricardo Mascarenhas

  • YouTube - White Circle
  • Facebook Clean
Please reload

Posts Recentes

Entrevistas e novo concurso Cultural 2019

May 6, 2019

1/1
Please reload

Posts Em Destaque

Ismaily Sanches - Aula - Lick de Steel

June 27, 2017

Aula de Steel Licks do Ismaily Sanches publicada na Guitar Player 242

 

 

Steel Guitar Lick’s (Ismaily Sanches)

 

Uma das variações da guitarra Country é simular a sonoridade da ‘’steel guitar’’, e isso requer alguns truques. Nessa lição vamos trabalhar algumas frases que soam semelhante à steel guitar.

É importante usar um reverb mais acentuado, um pouco de delay, com os controles baixos, apenas para ajudar na ambiência e dar mais profundidade nas notas, e ao contrário de alguns estilos, na guitarra Country, na maioria das vezes as notas se misturam, deixando as frases com uma sensação mais harmoniosa. Um pouco de compressão também funciona bem nesse estilo, mas cuidado pra não exceder e perder toda a dinâmica das frases.

Na guitarra Country, assim como no Jazz, por exemplo, as frases são construídas em cima de acordes, então, começamos com uma frase de preparação em cima do acorde de A7, no compasso 2 usamos a penta de Bm, dentro do acorde de D, seguido pela tríade de G e misturada com notas da escala maior de D (atenção para o compasso 3, com um bend pra baixo, usando o dedo indicador). Dos compassos 4 ao 7, as frases continuam sendo construídas usando pentas e notas dos acordes de D e G. Nos compassos 8 e 9, vamos trabalhar com o A7, preparando a harmonia para voltar ao primeiro grau do campo harmônico de D, usando notas do acorde e um lick bem característico, cromático e que acrescenta outras notas ao acorde de A7, tais como 9ª e 13ª. Dentro dos compassos 10 e 11, em cima de D e G, reparem que tudo foi feito usando apenas as três notas de cada acorde, tocadas em vários lugares e invertendo-as. Atenção pro compasso 12, frases com intervalos de 6ªs, em cima de D, e começa com um truque que consiste em dois bend’s ao mesmo tempo, mas com alturas diferentes, na primeira corda é um bend de 1/2 tom (de F# para G), simultaneamente ao um bend de 1 tom (de A para B). Os compassos 13, 14 e 15, são formados pelas tríades de D e G (novamente com um bend para baixo, com o dedo indicador), seguidos pelos compassos 16 e 17, que são frases cromáticas e intervalos do acorde de A7 (atenção para os bend’s duplos de ½ tom). Concluímos a lição com as tríades de D, nos compassos 18 e 19.

Para obter a sonoridade ‘’steel guitar’’, além dos efeitos mencionados acima, requer paciência e habilidade, a afinação dos bend’s é essencial para soar bem os devidos acordes, e para um melhor resultado, use técnica de palhetada híbrida (palheta + dedos), e toque as frases e bend’s um pouco ‘’pra trás’’, como se você tivesse com um slide e tocando a própria steel guitar.

 

Bons estudos.

 

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Siga